SuJu lança seu '7 Homens e um Segredo' para volta em grande estilo

11/09/2017 0 Comments A+ a-

super junior black suit kpop sm heechul siwon shindong

Talvez se o Super Junior revelasse um colab com Taeyeon, minha curiosidade seria atiçada. UM MV com participações de Krystal ou Irene, certamente marcaria hora para ver. Se fosse algo inesperado, como um feat. com artistas de gêneros diferentes e até Ocidentais. O caso foi longe disto. Pior ainda, com um pré-release modorrento e sonolento que nem mesmo a fanbase gostou, mesmo que venham a mentir a si mesmos.

Porém, novamente se prova meu mantra maior no Kpop - Sempre mantenha a expectativa a menor possível. Eu não sabia hora, dia, nome ou estilo do comeback do grupo, afinal, não tenho assistido sua série simultânea, e com esta expectativa baixa, felizmente, me surpreendi com o tremendo Black Suit. 



Não quero desrespeitar ou irritar a fanbase. Uma das mais fieis leitoras do blog é Elf. É apenas uma constatação de como não possuo ligação com o ato da SM, assim como com qualquer boygroup. Vocês que conhecem o Delírios, sabem de minha predileção completamente exposta. Há, entretanto, alguns nomes que invariavelmente adquiriram maior respaldo por sucessivos acertos. Super Junior não está entre esses, e ainda assim, seu repertório contém 2 dos maiores singles não só de grupos masculinos, como do Kpop em si: as icônicas Mr. Simple e Sorry Sorry, sendo esta segunda a única coreografia do Pop Koreba que já me dispus a aprender.

Se alguém algum dia me perguntar sobre quem foi o SuJu, entretanto, direi sensatamente que foi um dos maiores, mais influentes, bem-sucedidos e longevos conjuntos coreanos. Musicalmente, entretanto, não teria muito a oferecer em porcentagem do custo-benefício. Para o bem, Black Suit é um novo contemplado desta singela playlist da recomendação.
super junior black suit kpop sm heechul siwon shindong gif

Calcado na instrumentação Brass, algo que já foi ouvido em Mamacita, o single adota a onda retrô, mas assim como o recente All Night do SNSD, adapta ao Dance contemporâneo para criar a simbiose temporal. Há, assim, o charme vintage, como visto no divertido e frenético MV, que como sugere o título, lembra "11 Homens e um Segredo", com bastante diversão, álcool e abundância utilitarista.

Mesmo sem Kyuhyun e Ryeowook, o potencial vocal não é sentido. Nunca me acostumei aos timbres para diferenciá-los, o que talvez seja perceptível à fanbase, mas qualitativamente, o apelo idílico da faixa não necessita de intensidade e emoção. Essa nunca é a intenção, e nisto, os rapazes remanescente se saem competentes.

O melhor do SuJu sempre se baseou nisso: diversão, despretensão, uma sedução indolente e categórica em direção ao prazer. Quando buscam fugir disso, normalmente entregam desserviço. Após 2 anos, é fortuito que nos chamem atenção com o que fazem de melhor. Muito bem.

---

Você gosta do conteúdo do Delírios? Não deixe de curtir a página no Facebook.