Nova estrela? Kim Sohee debuta com potencial.

5/19/2017 0 Comments A+ a-


Se a vida de Idol é difícil, vida de Idol de empresa pequena é mais ainda. E em busca do estrelato, muitos embarcam em programas de gosto duvidoso que envolvem verdadeiras batalhas por atenção e estrelado, muitas vezes com camadas de sujeira que não chegam aos olhos dos espectadores.

Até por isto, dificilmente a notoriedade positiva vem sem algum mérito. E no meio de tantas jovens, recentemente, Kim Sohee foi quem brilhou mais forte.

Oriunda do K-pop Star 6, ela pertence a Hunus Entertainment (esse nome mesmo) e ostenta prematuros 17 anos, nascida no limite de 1999, dia 31 de Dezembro.

Seu sucesso foi o suficiente para render um esforço maior da pequena agência e organizar um mais pequeno ainda debut solo para a moça, onde podemos ver melhor as qualidades que a renderam o chamariz:


Sendo esta mistura angelical de Jihyun, do 4Minute, e Heejin, do Loona, pele branca, sedosa e livre de escoriações da vida sofrida, não é difícil imaginar como iniciou a propagação do calor recebido. Sohee é jovem e linda, a face ideal e privilegiada para tornar-se uma celebridade do entretenimento coreano. 

Mas não sejamos injustos com a moça: seu corpo franzino, sinuoso e curvilíneo é dotado de invejáveis habilidades de dança, e se Spotlight ainda é tímida em apresentar o vocal da garota, ela já demonstra um controle suficiente em meio à agudez jovial. Lembra, tanto em estilo pessoal quanto da música, os singles de BoA em início de carreira, quando o R&B dos anos 90 ainda servia de inspiração principal, mas também com acordes eletrônicos modernos que dão esta atmosfera clubber e sensual à faixa.

O debut solo, felizmente - para ela - é apenas um image buzz, visto que também se juntará a outras 4 gurias para o debut do vindouro grupo ELRIS. É desproporcional que siga o caminho inverso do Kpop, mas mesmo que corra o risco de ser ofuscada na divisão da câmera, o que pode vir a prejudicar seu estabelecimento na indústria vinda de baixo, ser solo hoje em dia não compensa muito nem para artistas de major labels, quanto mais para uma novidade. 

A amostra inicial desperta curiosidade, e se o futuro é uma grande incógnita, jogar com a jovem em duas frontes demonstra a confiança da Hunus, que deve torná-la sua marca principal. Pode não significar tanto, mas é um início. E com 17 anos, nada mal.

---

Você gosta do conteúdo do Delírios? Não deixe de curtir a página no Facebook e nos apoiar para a produção de novos materiais.