Para o bem e para o mal, Twice faz um comeback típico de....Twice.

2/19/2017 0 Comments A+ a-


TT foi um estrondo, assim como tem sido a curta carreira do Twice até aqui. Porém, por maior que seja o fenômeno, elas também angariaram bastante hate. Isso é normal em qualquer pessoa que se destaque e faça grande sucesso, seja alguém comum ou uma celebridade. O Twice, entretanto, é frequentemente taxado como imerecedor desta fama, tendo como alegações principais de que suas músicas não fazem jus à celebrização, como citei meses atrás. 

Claro que isso me parece mais inveja de fandons menores ou que não estão em seus melhores dias, pois qualquer um sabe que esmero musical não é um fator preponderante na indústria do Pop Coreano, e provavelmente, se fosse, os faves de vocês também não teriam o renome que possuem. É questão de momento, e o momento é do Twice, com suas 9 belas, jovens e carismáticas integrantes.

E para seu terceiro comeback, as questões persistiram: será que desta vez elas irão merecer o que recebem? Confira 'Knock Knock':


Aaaah....não. Eu sou defensor das garotas, como podem ver aqui, aqui e aqui. E, com ressalvas, apreciei bastante Ooh-Aah e TT, despretensiosas, pitorescas e grudentas, além de MVs criativos e divertidos. Não é como se elas fossem presunçosas, almejassem revolucionar a indústria e alavancar o gênero. Não. No simples bom planejamento, são o que mais se adéqua no gosto do capopeiro médio na Koreba.

Aqui, entretanto, nem este pensamento funcionou. Durante os dias que antecederam Knock Knock, houveram afirmações de que seria uma quebra na imagem pueril e fofa das meninas, o que obviamente se prova mentira assim que ouvimos a primeira batida de sintetizadores, que já fazem uma conexão automática com TT, e vislumbramos os figurinos coloridos e típicos da jovialidade representativa delas. A mesma coisa de sempre, com sutis mudanças que não fazem necessariamente diferença alguma.

Já disse diversas vezes como seria bacana JYP assumir o comando de um futuro retorno do ato, pois a despeito de seu desleixo com Wonder Girls e miss A, o cara sabe fazer um bom hit, como prova seu generoso catálogo. Inclusive, o que fez para o IOI se encaixaria perfeitamente na essência do Duas Vezes. Não foi o que aconteceu. A produção até saiu do BEP, mas para as mãos de Lee Woo Min, cabeça por trás de I Wait e You Were Beautiful, últimos releases da banda Day6, o que explica os pequenos elementos de rock na melodia de Knock Knock. Se prestarem atenção, também fica perceptível a evocação Disco. 
twice knock knock momo gif kpop jyp
Faltou Momo nisso aí (de novo). 
Entretanto, o pop chiclete de menininha continua sendo o núcleo, o cerne do conjunto, com algumas variações que pouco a distinguem do que fora previamente anexado ao Twice. Em time que está ganhando não se meche, ok, mas as críticas persistirão.

E de minha parte, piorarão. Eu estava satisfeito com algo como TT, repetitivo, mas irreverente e leve de se experimentar. Ideal para momentos de descontração. Knock Knock, com todas suas mesclas sônicas e o refrão em inglês básico e amiudado, soa mais como uma réplica imperfeita, uma emulação da fórmula de singles Twice™ , mas sem a mesma força destas. A escutei umas 5 vezes durante este post e já me encontro profundamente enjoado, ao passo que TT me viciava a cada segundo em sua companhia. 

É um retrocesso. O próprio clipe esta menos interessante. As ligações com TT provocam um sorriso de "ah, entendi isso", mas sem a graça dos figurinos e referências Pop. Como o segredo do grupo está nas integrantes, é um erro, pois são subtilizadas. Não há nenhum momento icônico e marcante, vide o Shy Shy Shy ou Momo fadinha. Nada que viralize (só o JYP, mas aí é um problema). No máximo, seu mérito é instigar a vontade de voltar para TT e ver a sequência da historinha, com elas já transformadas em personagens fabulescas. 

Então, reitero o pedido: JYP, para de mendigar por aí e bancar o tarado querendo dormir com adolescentes. Entre no batente. 
twice knock knock momo gif kpop jyp

Não deixe de curtir a página do Delírios no Facebook.