Afinal a Verdade: Bullying com Hwayoung Finalmente se Prova Mentira.

2/09/2017 0 Comments A+ a-


O ano era 2012. O T-ara voava. Eram recordes atrás de recordes. Hinos se empilhavam com leveza. A fanbase aumentava em um ritmo maior que a prole de coelhos. Com um conceito único no momento, as garotas, acompanhadas pelo momento mais prolífico do produtor Shinsadong Tiger, criaram faixas atemporais que adentrarão qualquer lista digna das melhores do gênero.

Com um sucesso meteórico desses, o futuro era auspicioso. Era. Com a mesma intensidade, veio a derrocada. Porém, ela não foi fruto do desgaste, final do contrato com o tinhoso ou a falta de qualidade de seus produtos. Não. De modo incomparável e injusto, a decadência veio de dentro.

Nota: essa primeira parte do post faz um recap de como surgiu a polêmica Hwayoung. Para ir direto às novidades, siga até encontrar o MV de Lovey Dovey.

Como um cavalo de Troia, Hwayoung, que acrescia tanto ao conjunto quanto um único pelo na sobrancelha, causou uma enorme implosão com cicatrizes indeléveis à marca do T-ara.

Em suma, o que ocorreu foi um avassalador caso de bullying. Nunca provado, apenas alimentado através de conjecturas tiradas de imagens, comentários duvidosos e, é claro, redes sociais (twitterzão da massa).

A história é basicamente assim: Hwayoung, que machucou seu tornozelo após cair no Music Core em Ulsan, dia 23 de Julho de 2012, deixou de praticar para um concerto no Japão,em Budokan, onde ficou no palco apenas durante a apresentação de Day By Day. As outras gurias, então, foram ao twitter desabafar, como todo mundo faz.

Os tweets foram apagados, obviamente, mas diziam o seguinte:

Hyomin: "As diferenças nos níveis de determinação. Nos deixe ter mais determinação. Fighting." 
Jiyeon: "As diferenças em níveis de determinação, sempre seja humilde e sensível. Eu te aplaudo, gênio da atuação." 
Eunjung: "Uma posição pode fazer ou quebrar uma pessoa, mas determinação também pode fazer uma pessoa. Suspiro, é algo infeliz. Você tem de saber cuidar das pessoas ao redor de você." 
Nisso, Hwayoung respondeu: "Algumas vezes, determinação não é o suficiente. Em temps assim, eu me sinto chateada, mas eu confio ser uma benção disfarçada dos céus. Deus, você sabe tudo, certo?"

Fonte.

Aí virou uma zona, com gente atirando de tudo que é lado. Conhecidos de ambas as partes defendendo as suas e, é claro, a mídia, juntamente aos netizens tendenciosos e insensíveis, "reunindo evidências". Vocês podem ver aqui e aqui exemplos do que repercutia sobre a trama concomitantemente ao caso. Claramente contra o T-ara, as alegações de bullying físico e psicológico iam de meter o dedão na cara e ser ignorada a ser deixada sozinha e whatever.

Tudo isso culminou na saída dela do grupo, ainda em Julho de 2012, com o CEO da empresa tendo a cara de pau de negar qualquer relação entre os temas.

Nada fora confirmado. Pessoas internas e as integrantes negavam, Hwayoung e sua mana, através de suas posturas covardes, reforçavam a figura de vítima da ex-integrante, ao comentar sobre a má-relação entre ela as garotas.

Nada que importasse aos raivosos da net, que, paulatinamente, tiveram êxito em conferir com certeza que, sim, houve humilhação para com Hwayoung. Não consideram-se os fatos, e sim o alcance da controvérsia, afinal. Então, comeback após comeback, o sucesso do T-ara em terras coreanas mitigou, com quedas drásticas em vendas e comentários maldosos sobre elas (que ainda podem ser vistos em notícias e vídeos no YT).

A imagem do ato já era, e até por isso, migraram pro mercado chinês, onde possuem uma fanbase gigantesca e um grande carinho. Os releases coreanos continuaram, mas sem sombra do sucesso anterior - nem qualidade, diga-se, o que denota o descaso e, tristemente, desapego imposto.

O assunto perdurou, e ainda em 2015, rolaram mais "provas" de que tudo não passava de mentira, com testemunhos de ex-membros da staff e histórias sombrias do passado. Nesse período, matérias assim serviam mais como clickbaits do que evidenciamento, pois nada poderia salutar a imagem impregnada em trevas que o T-ara obteve na terra natal. Como disse, nunca houveram provas concretas de abuso, e mesmo assim, a situação decorreu plenamente desfavoravelmente contra o T-ara, sem qualquer respeito para com sua carreira e sentimentos das pessoas envolvidas. A fúria impiedosa já havia deixado sua marca.

Serviria, é claro, para limpar as meninas, mas duvido muito que os detratores que se escondem por trás de um monitor realmente se importem.



Hoje, em 2017, o assunto se dava como morto. Os netizens já partiram para outras. O T-ara não tem mais esperanças de render algo - o que o tenebroso TIAMO confirma - e a pauta não estava mais em voga.

Ledo engano. Uma polêmica é uma polêmica, ainda mais uma colossal destas.

Hwayoung e sua irmã foram convidadas no último episódio do talk show Taxi (exibido dia 08/02/17), e tal qual ex-celebridades desinteressantes que não fizeram nada relevante desde então, o debate centrou-se no único ponto brilhoso em sua carreira. Adivinhe qual?!

A postura novamente foi de vítima, como pode ver nos comentários abaixo (fonte da tradução):

"É desapontador. Quando eu penso sobre (T-ara) agora, é algo que poderia facilmente acontecer num grupo de mulheres. Eu apenas trabalhei como cantora e não sabia como me comportar no dia-a-dia. Chorei muito e me tranquei em meu quarto. Também perdi muito peso." - Hwayoung

Hyoyoung, sua irmã e ex-integrante do 5-Dolls (também ato da MBK, antiga CCM), deixou pitacos sobre os efeitos sofridos por sua gêmea:

"Minha irmã mais nova Hwayoung ligava a TV para assistir Music Shows interminavelmente sem emoção alguma. Ela apenas encarava a TV sem alma. Eu ainda era uma idol na época e olhando para ela (Hwayoung) a situação me fez querer trabalhar mais duro."

Até aí, nada de novo. É uma história requentada e sob o mesmo ponto de vista vitimista e inocente que elas sempre manifestaram.

Porém, desta vez, a gasolina não secou despercebida. Alguém seguiu os rastros e jogou um fósforo aceso por cima, e o fogo se alastrou epicamente.

Um sujeito, dizendo ser um ex-membro da staff do T-ara então, demonstrando revolta, alegou que na verdade, além da forçarem a barra para parecem coitadinhas, elas praticaram bullying, inclusive com imagens comprobatórias.

A seguir suas palavras:

"Eu assisti as irmãs chorando (no programa Taxi). Hwayoung disse que o que ocorreu 5 anos atrás não foi nada especial. É algo que poderia facilmente acontecer entre mulheres? Isso não é algo que deveria ter acontecido."

 Além disso, ele soltou prints de uma suposta conversa mantida entre Hyoyoung e Areum, então integrante do T-ara (lembrando, novamente, que T-ara e 5-Dolls eram da mesma empresa):



Tradução da conversa (fonte):

Hyoyoung: Ahreum, é Hyoyoung.
Ahreum: Sim, olá Unnie ^^!!
H: Ahrem, quando alguém cuida de você, você deve dizer obrigada e ser grata. Se você não quiser tomar uma surra, se organize. Rumores na indústria se espalham rapidamente. Não vá balbuciar. Tenha classe ^^. Eu estou realmente braba agora, então não vamos nos confrontar agora?
Se há algo que eu compreendi errado, você quer se encontrar e conversar, ou você quer se desculpar agora?
A: Eu não tenho exata certeza do que você está falando, mas eu gostaria de te encontrar e conversar. Unni, não fiz nada tão ruim pra ouvir isso de você.
H: Babe, você deveria apenas ir embora. Vamos te dar uma surra no Music Bank. Haverá poeira em todo lugar.
Eu vou arranhar sua cara e você não poderá aparecer na TV. Hahahaha, apenas espere ^^
Eu não vou ser uma cantora haha, então espere ^^ Cães precisam ser batidos para voltarem a seus sensos.
Stupid Bitch. Apareça na minha frente, nós veremos o que acontecerá.
Okay, você está fazendo um grande trabalho tagarelando (ou bisbilhotando).
Nota: em Julho de 2012, Areum tinha 18 anos e Hyo 19.

Além disso, o alegado ex-staff também comentou sobre a suposta ferida na perna de Hwa. Você pode ler o texto na íntegra aqui, mas um bom resumo é de que, sim, ela machucou o tornozelo dia 23 de Julho, no Music Core, mas nada grave e que a comprometesse. Ainda assim, ela foi a outro hospital e arranjou um semi-gesso para a região prejudicada. O anônimo também diz que no carro para o aeroporto, no dia seguinte, ela tirou o gesso, o colocando apenas ao chegar ao aeroporto e notar a presença de repórteres, onde também pediu uma cadeira de rodas. Foi após este dia que Hyomin fez o tweet que traduzi acima.

Mais: ao chegar no Japão, ela reclamou de dores e pediu para ser levada a um hospital. Mas ao invés de voltar para os ensaios, requisitou voltar ao hotel e trabalhar em suas unhas, mesmo sabendo que as outras estavam se esforçando e sua ausência acarretaria em sérios e intempestivos transtornos, como a coreografia. No respectivo show, Hwayoung apenas performou Day By Day.

Tudo isso acarretou as várias reclamações de suas parceiras. O ex-staff diz que elas se arrependeram das publicações e tentaram conversar com Hwayoung, mas este mostrou-se desinteressada e sem remorso pelo que havia feito

Para demonstrar sua insatisfação, o ex-staff também disse:

"Eu não posso assistir (as irmãs) se fazerem de vítimas. E agora, cinco anos depois, ver elas agirem como se estivessem certas? Eu realmente não posso assistir."


Seria essa conversa, que mais parece saída de um diálogo de novela mexicana (Stupid Bitch, arranhar a cara..) real ou mais um anônimo se passando por gente importante para sensacionalizar algo já encrustado no show business coreano?

Lendo o papo, parece surreal, mas sim, ele aconteceu. Um ex-manager do T-ara, a atual agência de Hyoyoung e a própria Ahreum confirmaram as palavras do ex-staff.

O ex-manager disse:

"O post rodando comunidades onlines expondo o que aconteceu (no caso Hwayoung) é verdade. As conversas vazadas do Kakaotalk (entre Hyo e Ahreum) são igualmente verdade. Todos os membros da staff que trabalharam com o T-ara na época sabem que isso é verdade.
Fonte: MBC News.

Já uma fonte da atual agência de Hyoyoung, a B.A.M Company, se pronunciou da seguinte forma:

"Na época, Hyoyoung era muito jovem, e por causa que sua irmã gêmea Hwayoung estava passando por tempos difíceis devido o "escândalo do bullying", ela bancou a irmãzona. Hyoyoung não sabia tudo que estava passando entre as integrantes do T-ara. Como uma irmã mais velha, ela simplesmente reagiu emocionalmente ao fato de que Hwayoung estava chateada. Não há outra razão por trás das mensagens de texto."
Fonte.

Ahreum também confirmou tudo e agradeceu pela verdade.

"Eu suportei bastante. A parte de tudo, ao repórter que upou minha antiga foto (a da conversa), vamos nos encontrar em breve. Eu não sei. Se por alguma chance você está lendo esta mensagem...seja forte, repórter ^^. Todo mundo, vamos ser fortes como se nada tivesse acontecido hoje!^^. Eu estou bem. Não se preocupem, eu estou bem. Me desculpem se fiz vocês se preocuparem.


E é isso, meus queridos. Uma carreira arruinada, vários hinos que perdemos, mas a verdade veio. A moral de umas está renovada, enquanto as duas gêmeas têm, amém, sua podridão revelada.

Mesmo que a relação nunca tenha sido boa, a forma como a história se distorceu em contornos perniciosos foi muito além do ocorrido. Não apenas é nojento o que mídia e muitos netizens fizeram (e ainda fazem), como as ações das duas, escondendo o jogo e contribuindo para que a culpa ficasse com o grupo, é execrável e imperdoável.

A sujeira nunca será plenamente limpa. Só podemos ter ideia do que Hyomin e as outras passaram, tudo que perderam. Erraram nos tweets? Erraram. Mas é obviamente o de menos aqui

Uma pena. Tardiamente, mas a justiça foi feita.



Não deixe de curtir a página do Delírios no Facebook.