As Melhores Faixas de Janeiro - Minha Lista x Leitores

2/08/2017 0 Comments A+ a-


8384. Esse foi o absurdo número de votos que a eleição para escolher o Top 5 das melhores canções de Janeiro deste 2017 recebeu. Incrível, hein. Não sei por onde vocês desfilam este post nem a quantidade de vezes que se dignificam em atualizar a página para votar e votar novamente, mas é uma quantia exorbitante. Valeu!

Mas, diga-se, Janeiro mereceu. Muita coisa boa. Debuts e comebacks bacanas, inclusive de atos que não dávamos mais nada (CLC). Vocês podem conferir os resultados na hora em que fiz o post aqui. 

Dito tudo isso, vamos ver quem são as 5 honradas em ter presença no ranking mensal do Delírios pela sua lista, leitor(a):

AOA - Bing Bing (935 votos)


O comeback do AOA enfrentou um velho problema das meninas: recepção pública. Ainda sofrendo pelas feridas acumuladas em 2016, o double A-side delas foi o maior flop comercial desde 2014, com uma leve recuperada nas semanas posteriores ao lançamento. Artisticamente, porém, as Angels se saíram bem. O LP foi fraco, mas os dois singles entregaram resultados muito além de satisfatórios - realmente prazerosos. Bing Bing fica um pouco aquém de Excuse Me, mas a pegada mais clássica no Pop grudento delas funcionou bem. 

Hello Venus - Mysterious (948 votos)


Post solo.

Vejam só; Hello Venus, um dos atos mais depreciados e satirizados por aí, voltou com um novo revamp em sua imagem. Precisavam, pois os últimos anos serviram para as afundar na lama pesada. Não é uma maravilha, mas é uma grande evolução por parte delas. Assim como Bing Bing, conta com uma pegada mais classuda, mas sem perder o espírito lúdico e jovial do gênero. Talvez - provavelmente - seu melhor esforço.

CLC - Hobgoblin (971 votos)


Post solo. 

Após tantas porcarias, as CLCs emularam 4Minute, e emularam bem demais. Hobgoblin certamente estaria em um top 10 de suas tias, e em decorrência da escassez deste conceito pelo mercado, oremos para que continuem neste caminho.

AOA - Kiss Me (994 votos)


Post solo.

Numa era em que as empresas tentam se aproximar do público Ocidental ou estagnam-se em derivações do Aegyo, hinos despretensiosos e grudentos estão quase extintos, esquecidos lá por 2014, e Excuse Me retraz essa onda com esmero, tendo êxito supremo. Quem não gostou deveria ser preso.


DreamCatcher - Chase Me (1025 votos)


Post solo. 

O anime song coreano que conquistou a todos nós - mas os conterrâneos ignoraram mais que a passagem do The Ark pela terra. O mesmo que aconteceu com o KARD, basicamente. 

Minha lista:

AOA - Bing Bing

(Comentários acima).

DreamCatcher - Chase Me

(Comentários acima).

CLC - Hobgoblin

(Comentários acima).

Suzy - Yes No Maybe



Post solo.

Essa música iria topar o ranking de metade dos meses de 2016, para terem noção do que foi Janeiro. Suzy, que tantos julgam como o suprassumo da superestimação de alguém, é uma das celebridades mais respeitadas e adoradas da Coreia. Ano passado, por exemplo, mesmo sendo menos ativa que o costume, foi a segunda artista mais rentável da JYP, acima do Twice, inclusive.

Yes No Maybe, entretanto, fez menos sucesso do que o esperado (o pré-release Pretend foi melhor recebido), o que é, imagino, fruto da subversão que Suzy propôs na própria imagem através do seu debut; ao invés do véu da pureza, trouxe algo sujo, pernicioso e lascivo, até sanguinário. A não ser que 2017 venha a ser excepcional, esperem posições privilegiadas das 5 aqui citadas no rankzão anual.

AOA - Kiss Me

(Comentários acima).

--

E é isso, meus queridos. Menções honrosas a AKMU, April e Day6, que por mais que não fossem figurar nos pódios, não mereciam o esquecimento, principalmente a duplinha de irmãos.

Não deixe de curtir a página do Delírios no Facebook.