Blockberry enlouquece e lança 3 MVs pro LOOΠΔ.

1/19/2017 0 Comments A+ a-


Lembra do Loona? É aquele projeto ambiciozaço da Blockberry, que pelo visto ou está na aposta de tudo ou nada, ou a esbanjar dinheiro, pois não bastasse a divulgação já anunciada de 2 MVs por mês até a junção de todas as meninas, agora, em Janeiro, vieram com 3 foquin clipes. 3 foquin MVs. Isso equivale a três anos de f(x). É muita audácia, que infelizmente não tem dado resultado em vendagem e popularidade.

Na incógnita de seu futuro, ao menos podemos desfrutar destas doses mensais de Loona. A quarta menina - Yeojin - chegou aí, no auge de seus 14 anos, geração 2002. Eu podia ser pai irmão mais velho dela. Bem mais velho. Que choque.


E como IU já provou, uma criança debutar toda trevosa e melancólica não dá certo, então é compreensível que a empresa tenha adotado uma imagem pueril e cartunesca para a menina. Nesses cenários que parecem saídos de LazyTown (sdds <3), com sua voz que parece uma seiyuu de estudante do fundamental, entretanto, recebemos de Kiss Later uma melodia agradável e estilosa, com um instrumental alegre e movimentado, algo condizente com sua idade, mas com a classe inerente ao Doo-Wop sem soar demasiado infantil e bobinha. 

A letra é básica sobre paixonites adolescentes, mas como nenhum de nós entende nada, a experiência acaba por satisfazer. Nada ainda me atingiu nem perto de Vivid, o que é uma lástima pela expectativa que ela gerou em toda a continuidade do projeto, mas resguardadas proporções, ao menos um dos releases menais costuma ter valor. Kiss Later certamente tem. 

Já o segundo clipe, por motivos que só a Blockberry sabe, é uma reedição da parceria entre as duas primeiras garotas do mês, Heejin e Hyunjin, que já haviam feito a ótima I'll Be There.


Que duplinha adorável. Ainda pode ser cedo, mas eu sinto uma simpatia maior por Heejin que a qualquer outra das meninas conhecidas até hoje - se deve a isso o fato de a achar mais adequada com meus ideais visuais e ser a voz por trás da irretocável Vivid. Mas não tiramos o mérito de Hyunjin. Destacar a beleza de Heejin não desvaloriza o quão bela sua amiga é, com um sorriso encantador e carismático. Sua voz possui menos força, o que a torna ideal para estes downtempos acústicos e delicados. Não é à toa o nome Sunday, afinal, a faixa lembra justamente uma tarde de domingo preguiçoso e plácido, infelizmente não nas paisagens mostradas no vídeo - nem as companhias :(.

E Sunday é isso. Agradável e relaxante, nada demais. Como não é o produto principal, serve como um bom acompanhamento. Destaque principalmente para os versos e refrão que se iniciam após a bridge final. É o tipo de música que vai pra minha playlist, mas só será executada em momentos oportunos. 

E, sem aviso prévio de horário nem nada, para fechar a trinca, foi liberado o MV de "My Melody", duo entre a terceira garota do mês, Haseul, e a recém-apresentada Yeojin.



E essa é minha expressão quando percebi ser a mesma canção e fiquei mais de um dia com o post preso por causa dela:

Falando sério mesmo, sei que tem gente que prefere alguma dessas duas e logo irá ter mais apreço pela versão, mas praticamente não há vantagem ou justificativa. Separar o quarteto em duplas para releases diferentes era o esperado. Com a mesma música, não consigo deixar de pensar que foi uma invencionice despropositada por algum chefão de alto porte da empresa, sem ninguém com culhões para bater de frente. É bonito, cheio de aesthetics atraentes e uma fotografia iluminada, mas meio inútil. 

De qualquer forma, até Fevereiro, Loona.

Não deixe de curtir a página do Delírios no Facebook.