A Curiosa Vida de Sulli, a Destruidora de Vidas, Pós-f(x).

1/06/2017 0 Comments A+ a-


Eu sei, eu sei. April, AKMU, NCT 127, Mixx, entre outros. Não foram poucos os releases recentes que dariam pauta. Recebi alguns pedidos até, e sei que muitos de vocês devem ter gostado de alguns destes lançamentos. Mas eu, com exceção do álbum Winter, não. Claro que o blog não foi criado para comentar apenas o que eu gosto, e foram várias as vezes em que já escrevi algo de qualidade negativa. Mas dessa vez, nenhum destes me despertou o brio de escritor inveterado.

Mas deixar o Blog parado também seria sacanagem - ruim para mim e para vocês. Então, resolvi colocar em prática um post que já estava em minhas ideias há algum tempo, mas só agora parei para escrevê-lo, ao me deparar com a seguinte notícia:
"Últimas fotos no Instagram de Sulli coloca netizens para tagarelar acerca de sua saúde mental novamente."
Você pode estar se perguntando: mas o que diabos isso tem de considerável o suficiente para suprimir tantos comebacks em um blog majoritariamente sobre K-pop?

Bem, foquem no "Once Again/novamente". Por esta exata palavra, que não é mero artifício descritivo, e sim precisa para explanar a situação. A manchete me deu uma intensa sensação de déjà vu. Eu tinha certeza de já ter visto palavras assim não uma, mas várias vezes nos últimos meses. Dito e feito. Uma rápida pesquisa com "Sulli netizens" apresentou dezenas de resultados, várias relacionadas a características "mentais" ou simplesmente acintosos.

Antes de dar continuidade às mencionadas informações cíclicas da ex-f(x), vamos discutir um pouco sobre a questão Sulli para esquecidos e aqueles que não acompanharam sua conturbada saída do f(x): Red Light, último single com a participação da face do grupo, saiu em 2 de Julho de 2014. Previamente e durante as divulgações, Sulli vinha sofrendo seguidas críticas sobre diversos assuntos: rumores de seu relacionamento com o rapper Choiza, gravidez e displicência em sua carreira Idol. O massivo foco em uma única integrante acarretou no cancelamento abrupto das promoções de Red Light e anúncio de hiato indefinido da garota.

O resultado disso já sabemos: o egresso de Sulli do grupo, confirmada apenas mais de um ano após todas essas intempéries, dia 6 de Agosto de 2015, por mais que a conclusão do caso já fosse debatida com obviedade há algum tempo. As reações foram múltiplas, carregadas de sentimentalismo, fanatismo ou simplesmente hate. Muitos lamentavam o adeus da guria do ato, já que era uma das mais populares e, como supracitado, face. Perda de popularidade e até disband eram cogitados. Outros apenas demonstravam alívio de alguém que era considerada um câncer que prejudicava o organismo f(x) - colocaram até a Jessica no meio.

Após isso e até no ínterim entre sua pausa nas atividades e a confirmação da desligamento, Sulli passou por um processo de "dessaturação" de imagem, com poucas aparições públicas ou quaisquer exercícios midiáticos. Seus adoradores e detratores simplesmente ficaram naufragados na ausência de novidades suas. A visibilidade da celebridade só voltou à tona quando, 24 de Agosto de 2015, ela abriu uma conta no Instagram. E aí, tal qual calejados que reencontram uma chama de esperança, milhares de pessoas parecem ter recupera uma espécie de objetivo em vida - seguir Sulli. Os primeiros meses foram calmos, sem grandes alardes ou polêmicas - fora ter sua conta hackeada, segundo ela mesma.

Mas em 2016, a coisa degringolou, se desgastou; os netizens se cansaram de ver suas fotos com o Oppa musculoso, suas expressões loucas. O amor corrompeu-se insuflou-se em cisma, cujo episódio engatilhador deste post se deu na notícia acima colada, com o "Once Again" bem destacado. Mas por que esse Once Again? Vamos a um apanhado da narrativa Sulli - netizens nos últimos meses, para terem uma ideia do quão doentia está a situação (clique nas imagens para acessar as matérias):

Tudo começou com fortíssimas imagens que deixaram os usuários doentes tamanha ousada da menina:

Então, resolveram questionar sua sanidade (ONCE AGAIN) baseado no ultrajante fato dela postar fotinhos em um momento de carinho com seu homem. Que grande calamidade, não?

Essa atualização se deu em Abril de 2016. Talvez preocupada com o tamanho bafafá gerado ou alertada por algum assessor ou whatever, ela chegou ao extremo de excluir seu Insta pouco mais de um mês depois. Mas era tarde, pois Sulli já era uma vítima das redes sociais, uma personagem do Black Mirror da vida real. E assim, dia 26 de Julho, ela estava de volta, de franja e username novos.

Para comemorar seu retorno, resolveu trazer outra Idol que já viu dias melhores de volta à notoriedade:

Seu conteúdo nitidamente sexual incomodou a pureza dos seguidores, incapazes de lidar com tal imagem. Sulli a excluiu e postou uma selfie com a legenda "parem de confundir as coisas e boa noite, heh". Destaque para o heh.

Após novo período de paz, ela voltou com tudo com especulações de que faria uma cena de topless em seu regresso às grandes telas, no longa Real. Felizmente, a maioria dos netizens se manteve com retidão, já que certamente todos querem ver a respectiva cena. Na inexistência do que chiar sobre, até começaram a sugerir tentativas de suicídio após a moça ser hospitalizada com algum ferimento no pulso, tudo baseado em incontestáveis postagens bizarras e problemáticas em suas redes sociais, afinal, fazer caretas é um sinal prévio à futuros suicidas.

Você ainda aguenta mais? Ok. Lembra da foto abraçada com Hara? Bem, à época, a "acusaram" de apologia ao lolismo (HAHAHAHA). Dia 28 de Dezembro ela resolveu responder com a seguinte mensagem "Lolita Lolita. Suficiente é suficiente. Vão criticar outra pessoa e apenas olhem para minha bela face ^_____^." O que, obviamente, irritou seus "admiradores", sendo taxada inclusive de estúpida por tal ato.


Uma foto publicada por 자질구레 (@jelly_jilli) em

"Poxa, que dó da Sulli, sendo perseguida impiedosamente pelo povo." Concordo, mas ao menos ela parece ter literalmente abraçado o personagem, e se procuram detalhes insignificantes para gerar hate, a menina-mulher resolveu dar aquilo que as pessoas querem, para se divertir em meio ao inferno. Nestes dias de festividade, ela parece especialmente comprometida em arruinar a felicidade alheia, prejudicando o regozijo familiar com mais fotos comprometedoras e ofensivas, como a abaixo:


"Parece doença mental", "Ela não tem uma família? Deveriam pegá-la de volta ou colocá-la em tratamento, "Ela precisa se controlar", disseram alguns comentaristas, abismados - com razão, é claro, afinal, olhe só para as fotos:



Uma blasfêmia. Garotos dirigindo bêbados, drogados, sendo racistas, misóginos e machistas não são nada em comparação. Eles são perdoáveis. Ela não. Que asco.

Eu já estou cansado. E você? Provavelmente sim, mas Sulli é como um monstro tenaz na tarefa de destruição. Não esqueçamos a notícia que abriu este interminável texto, de três dias atrás, que reacendeu o debate de sua saúde mental por causa de atrocidades como esta aqui, que gerou teorias de que ela está drogada, que Choiza deveria terminar o namoro para seu próprio bem, etc...

Uma foto publicada por 자질구레 (@jelly_jilli) em

E para encerrar de vez (por enquanto, é claro), Sulli, que deve ter se inteirado através de seus contatos conspiratórios sobre a intenção da criação deste post, contribuiu para seu conteúdo com amostras de última hora - 19 horas atrás, para ser exato.



Confesso ser difícil segurar o ímpeto de seguir os princípios de Shiryu de dragão e simplesmente furar meus olhos para não mais me deparar com as barbaridades visuais proporcionadas insistentemente pela Idol. Faço das minhas palavras o comentário que diz "crazy, out of mind, insane, mentally sick."

Como pode Sulli fazer isso conosco, fãs que sempre a apoiaram e quiserem bem? Nós, pessoas angelicais e de áureas sagradas. Como pôde ela corromper sua imagem infantilóide, tímida e fetichista criada através dos tempos em qualquer aparição do f(x)? Como pôde assumir namoro com um rapper gangster maligno? Como vamos conseguir ter desejos proibidos com ela agora? Como vamos satisfazer nossa lascívia e perversão? Essa era sua função como celebridade. Com essas atitudes, Sulli nos traiu. Namorar, seguir seus sonhos, se divertir, ser ela mesma. Isso é uma nojeira e pouco relevante se comparado ao que nós queremos. Decepcionado. 

E não deixe de curtir a página do Delírios no Facebook.