Novo Single do Flower é bom, mas decepcionante pela sua significação.

8/30/2016 0 Comments A+ a-

flower jpop integrantes

HAAA! Agora eu falo de JotaPop e acabou pra concorrência!

Há exatos 6 dias, eu disse o seguinte no twitter:


flower jpop comeback

E eu juro (sério) ter sido na inocência. Como Flower já lançou musiquinha para dorama este ano, e o E-girls (de qual o Flower é unit) está sendo dissecado até o tutano pela LDH, pensei que as meninas teriam algum descanso até o final do ano, mas obviamente subestimei a ferocidade mercantilística dos japas, pois ontem mesmo (29/08), o canal oficial do ato liberou o PV de 'Only was A Sad Love for Someone Else' - incrível como adoram títulos enormes -, single para promover o álbum 'THIS IS Flower THIS IS BEST', em comemoração ao seu aniversário de 5 aninhos.

Confira:



Uma pequena introdução aos perdidos: o que mais aprecio no Flower, é que as garotas seguem uma linha muito diferente da espinha principal - o E-girls, que é um j-pop mais tradicional -, sendo uma mescla interessantíssima de sonoridades dramáticas com arranjos clássicos, o avesso dos conceitos caóticos, coloridos e delirantes que girlgroups numerosos costumam entregar. Além disso, o visual dos vídeos é algo deslumbrante, em estilos dark góticos das trevas e/ou etéreos.

Dê exemplo, recomendo 'Snow White', 'Sayonara, Alice' e 'Blue Sky Blue'.

Como não poderia ser diferente, 'Only was A Sad Love for Someone Else', mantém as mesmas características de suas precursoras, com fotografia e cenários realmente belos, e como sugere o fato de ser uma homenagem/auto-edificação à sua história, cheio de referências a clipes passados, como o candelabro de Snow White e o relógio ancestral de Sakura Regret. 

Entretanto, belezas individuais e técnicas, que apesar de sim, engrandecerem o vídeo, não devem, jamais, ofuscar ou preterirem a melodia em si, e nisso, 'A Sad Love', como me referirei à faixa, fica aquém de todo catálogo do Flower desde o debut, e olha que são 12 tracks desde então.


Não estou dizendo, por isso, que é uma canção ruim, pois não é. A dramaticidade dos vocais de Reina está em grande evolução desde a saída de Chiharu, e ela segura bem o tranco mesmo sem Kyoka, mas o refrão não consegue evocar a intensidade emocional de uma Snow White ou mesmo de seus últimos singlesHitomi no Oku no Milky Way e Yasashisa de Afureru You ni, soando mais como um ending comum de Shoujo, desses agradáveis de se ouvir, mas rapidamente enjoativos.

Essa fragilidade acaba por desfocar um pouco a atenção musical, que perde a batalha contra as paisagens e várias integrantes (por mais que Reina apareça e cante tanto que as outras lembram mais dançarinas coadjuvantes). 

O álbum está planejado para dia 14 do próximo mês, com algumas inéditas e um monte de 2016 version dos hits antigos do grupo, por razões que desconheço serem apenas para empobrecer a juventude Otaku, ou algo relacionado à atualização dos vocais, já que três gurias deixaram o conjunto desde a criação.

Em suma, como algo planejado para comemorar meia década de existência, é um release frustrante, e espero que o LP tenha um conteúdo (muito) mais interessante.

-----

Não deixe de curtir a página do Delírios no Facebook.