Back in Time #02: Orange Caramel - Abing Abing, pois CFs não precisam necessariamente ser ruins.

8/25/2016 0 Comments A+ a-


Olá, meus queridos! Após mais um mês desde a primeira parte do quadro, com Marionette, do Stellar, o Back in Time está de volta, dessa vez com um clássico do K-pop, novamente de 2014; Abing Abing, do Orange Caramel, um inesperado CF (Commercial Song).

A escolha se deve por 2 fatores: primeiro, os vários CFs pavorosos que têm saído por aí, como os do Station e do Gfriend. Segundo, o fato de que nesse mês de Agosto - dia 17, pra ser exato -, completam-se 2 anos desde o último single promovido do Orange Caramel, o igualmente clássico My Copycat.

Para lembrar os esquecidos e avisar os desinformados, no Back in Time, eu me transporto para a época de lançamento da faixa, e a comento como se tivesse acabado de sair.

Vamos lá!



No fundo, todo mundo gosta de um CF, pois é um meio inusitado de vermos um pouco mais de nossos Bias ou grupos favoritos. Mas é inegável que na maioria das vezes, as tracks são simplesmente terríveis e totalmente descartáveis, e isto é válido pra gigantes como Lollipop (BigBang feat. 2NE1) e Caribbean Bay (SNSD feat. 2PM). O fato é que não dá pra esperar algo decente de clipes totalmente comerciais (o K-pop, obviamente, já é excessivamente comercial, mas ainda há alguma preconização da arte), que visam descaradamente divulgar e vender algum produto ou marca.

Imagine minha surpresa, então, ao pressionar o Play em Abing Abing, CF do Orange Caramel pra empresa Baskin Robbins, que trabalha com sorvetes. Não fosse a descrição do vídeo e a letra, Abing Abing passaria facilmente como um single de verão genuíno, tamanha sua qualidade.

Se havia algum grupo capaz de desviar deste estigma de vídeos de propaganda enfadonhos, seria o trio da Pledis. Não consigo imaginar nenhum outro ato atual que tenha uma identidade tão forte e escrachada, em completa dissonância das tendências atuais e do bom senso popular. Orange Caramel se assemelha muito mais com estes bandos formados por japoneses malucos que visam mais em ganhar destaque pelas bizarrices do que pelas virtudes, só que as meninas conseguem, milagrosamente, mesclar ambos.
nana abing abing orange caramel

O principal mérito de Abing Abing é manter o espírito Orange Caramel de ser, com a paleta de cores pastel e diversificada, os figurinos joviais e a melodia evocando o típico Eurodance que já vimos em Catallena e My Lipstick (as três, aliás, possuem os mesmos compositores, o que explica levemente o êxito que temos aqui). E acima de tudo, enquanto vemos as integrantes comerem seu sorvetinho com caretas felizes, é impossível não assimilar que tudo não se passa de uma inocência disfarçante, como se as três estivessem em um absoluto escárnio para conosco. Pelo menos é assim que interpreto as caretas bisonhas de Nana e Raina em todos os MVs quais elas praticam suas esquisitices. 

E o que seria mais Orange Caramel do que, basicamente, ignorar a existência da Lizzy, não é mesmo?!

Abing Abing é, indubitavelmente, sem medo de hipérboles, o melhor CF da breve história do K-pop, e uma das melhores canções do ano, este que tem sido fenomenal pra Nana, Raina e Lizzy, que já entregaram a brilhante Catallena.

Com o After School cada vez mais relegado ao ostracismo, ao menos por enquanto, temos o alento de sua unit, que já é melhor que uns 85% do que temos no capope de hoje em dia.
orange caramel abing abing gif nana

Volta ao presente.

Pouco mais de 24 meses desde seu lançamento, Abing Abing segue no topo e longe de ser igualado como melhor CF já produzido. Uma pena ser um dos últimos produtos proferidos pelo tripé, que após isso só realizou um release promocional - My Copycat - mais a injustamente negligenciada Gangnam Avenue e Tonight, que é trilha de doraminha.

Fazem muita, mas muita falta, pois desde dua "aposentadoria", não surgiu outro ato capaz de simular de explorar os mesmos conceitos - e talvez isso seja bom, já que provavelmente sairia uma cópia barata.

Orange Caramel, hwaiting!
orange caramel abing abing gif

Não deixe de curtir a página do Delírios no Facebook.