5 Razões para Assistir Love Live!

3/22/2016 0 Comments A+ a-


Love Live! School Idol Project é um anime criado em 2013 pelo estúdio Sunrise (Code Geass, Cowboy Bebop, Accel World, InuYasha...) dos gêneros slice of life e musical, que retrata a história de nove meninas que estudam em Otonokizawa e resolvem formar um girlgroup para atrair novos alunos e evitar o fechamento da escola.

O anime é um tremendo sucesso e já teve duas temporadas de 13 episódios cada, tendo a 1ª vendido uma média de 29.684 unidades por volume e a 2ª absurdos 65.813 (para um anime, vender acima de 10k já é considerado bastante ). Ainda houve um filme ano passado que comercializou mais de 220 cópias. Já deu pra perceber como a obra é adorada pelas terras nipônicas.

Porém, aqui no Ocidente é raro ver alguém que assista e realmente goste da animação. Seja pelo tema pouco difundido (Idols), que ainda é pertencente a um nicho específico, que embora ascendente, é pequeno, falta de divulgação de sites e blogs de animes ou o que quer que seja, Love Live AINDA não conquistou o coração de nós, brasileiros.

Como a 3ª temporada está por vir, na temporada de julho(com novos personagens, já que os 26 originais + filme fecharam a história original) resolvi fazer este post listando alguns motivos para você dar uma chance a Love Live.

5 - A Trilha Sonora

Essa é meio óbvia, já que o anime é, em partes, musical, mas deve-se mencionar que apesar disso, não é totalmente focado em música. Elas cantam, sim, mas é apenas um meio que serve para o desenrolar da história, que tem o bônus das canções. A trilha instrumental é meio tímida e poucas notas são realmente perceptíveis, com exceção de partes mais dramáticas, mas a cantada é realmente incrível. São músicas que vão de animadas a calminhas e com um tom nostálgico e adoravelmente ingênuo. Há até uma versão Live Action das μ's (nome do grupo das meninas), que realmente faz apresentações ao vivo em eventos especiais. Você pode conferir um exemplo destas performances aqui.

E exemplos das músicas do anime mesmo(acho meio creepies as versões ao vivo):



Caso não façam seu estilo musical, reitero: mesmo que sejam o condutor da trama, elas não são predominantes em sua duração, que foca mais nas interações e desafios das integrantes.

4 - Parte Técnica

Estamos falando de um Slice of Life, então não adianta esperar um Sakuga ultra-épico daqueles de levantar da cadeira e sair girando no chão de emoção, mas em sua proposta, o anime é bem bonito, o que é padrão geral do Sunrise, independente da staff envolvida. As apresentações, com exceção de pequenos closes, são em CG, e isso é bem nítido, o que pode incomodar àqueles que ainda se recusam a aceitar sua utilização em animes, mas nada que prejudique o resultado final. O destaque vai mesmo pro background e a boa distribuição de cores - que são muitas.

O anime trabalha muito com sentimentos, e é frequente que o cenário apresente uma paleta de cores diferente nestes momentos, indo para algo mais suave, que transmite tranquilidade e ternura, além de embelezar o quadro. Isso também é perceptível no visual das personagens - qual comentarei num item específico -, com seus olhos brilhantes e faces ruborizadas. Diferente do padrão atual de animes, se prestar atenção, verás como o Love Live é bem detalhado, principalmente nos figurinos.

3 - As Mensagens

Eu gosto de histórias realistas, que não tentam nos iludir e passar uma falsa e hipócrita visão do mundo, mas viver apenas disso seria uma consumação e estagnação de tragédia e desesperança, o que não é legal. Sempre é bom termos obras que estimulem o bem e glorifiquem virtudes positivas, o que impera em Love Live.

Lealdade, amizade, perseverança, confiança, e o bom e velho "aceitar quem você é" são algumas das abordagens que posso citar, mas elas vão muito além. As meninas passam por desafios, e por vezes até falham em tentativas iniciais, assim como há dissidências entre elas, mas no final, como diz Sakura (a Card Captors), tudo dá certo. Pode parecer bobo, mas não podemos existir preenchidos apenas de tristeza, agressividade e mágoas.

2 - É Emocionante

Quanto mais você se identifica com as garotas, mais se envolve com sua história, e consequentemente, projeta suas reações em si mesmo. A felicidade de ver um desafio ultrapassado, o êxtase de ver uma conquista alcançada, a alegria de ver a amizade das meninas, mas também a tristeza de ver um esforço não recompensado, um objetivo que parece distante e a aproximação de um iminente adeus. 

Todas essas situações ocorrem, e você sentirá cada uma delas como se estivesse presente. É difícil descrever, o bom mesmo é sentir.

1 - As Personagens

Não adianta um enredo bacana, uma staff competente e um estúdio acima da média, se os personagens são chatos e sem carisma, pois estes são o nosso elo com o mundo apresentado e também aqueles que nos conduzirão pela história, e caso não nos identifiquemos com estes, fica difícil se deixar envolver pelo todo. Love Live, felizmente, possui seu maior mérito nas personagens.

As μ's são nove integrantes, todas distintas entre si, tanto no belo visual, quanto na personalidade, já que as nove são notoriamente desenvolvidas e bem exploradas, com conflitos internos e um caráter definido, tanto em pontos fortes, quanto nos fracos. Insegurança, autoconfiança, culpa, egoísmo, irresponsabilidade e tantas outras características são mostradas, e ocorre uma maturação destas, não tornando-se figuras unidimensionais e apáticas.

E falando do visual, é impossível não ter uma - ou mais - favorita, se identificar e torcer por esta, sendo ou não a protagonista, já que a distribuição de tempo é eficiente e equilibrada. O visual, aliás, torna difícil achar uma Waifu apenas.


Bônus - Mundo Idol

Esta ficou de fora do Top 5 por ser muito direcionado a um público, o dos kpoppers/jpoppers. É raro ver uma transposição para anime de Idols, e Love Live é certamente o mais conhecido - o melhor, não sei, pois não vi outros. E para fãs de Kpop, fiquem tranquilos, pois o anime segue muito mais o estilo coreano, e não o japonês com seus PQP48 e afins, mesmo sendo produto nipônico. 

-

E por último: Love Live não é aquele anime arrebatador, complexo e inovador que irá mudar sua vida, e ele nem pretende isso. Mas se confiado e apreciado em sua leve e despretensiosa proposta, torna-se um resultado único, satisfatório, que proporciona bons momentos de diversão e muitos, muitos sentimentos intensos.