Flame, o debut solo de Choa e o meu Constrangedor Fanatismo

12/16/2015 0 Comments A+ a-

choa aoa


Nunca falei de música nesse blog, nem tenho pretensão de virar crítico do ramo. Me abstenho às horas diárias que passo escutando canções. Sim, sou fanático por música. Seja na rua, ônibus, carro, tomando banho, escrevendo, dormindo e até estudando, sempre estou com algo tocando ao fundo, instrumental ou não. Me distrai e faz com que qualquer tarefa passe despercebida, independente do esforço. Hoje em dia, não consigo mais realizar caminhadas, ir para a universidade ou redigir um post como esse sem alguma playlist.

Apesar de escutar vários gêneros, seria hipocrisia negar meu apreço especial pela indústria do Kpop. Tudo começou em 2010, com o infernal "Gee" das Girls' Generation, com seu refrão grudento que parece me perseguir cruelmente através dos anos. De lá para cá, passei a seguir melhor o cenário musical coreano, tanto as baladas melancólicas, quando os Popzões mixados com um viciante EDM, ritmo que não costuma me agradar em produções ocidentais.

Porém, nessa miríade de cantores(as) boys e girls groups, uma possui o meu fanatismo incondicional, do constrangedor nível Fanboy - o AOA(Ace of Angels/As Melhores Anjos) - , surgida em 2012 na FNC Entertainment.

A história de como virei fã das meninas fica pra outro post - talvez -, o que vale agora é conferir o clipe musical de Flame, debut solo de Park Cho A, vocalista principal e guitarrista esporádica nas apresentações da versão banda do grupo, além de comentar as razões que me levaram a virar um vergonhoso stalker da mesma.

Primeiramente, confira o clipe:


Embora seja fã assumido e de forma exagerada de algumas franquias cinematográficas e literárias, nunca tive tamanha paixão por uma artista musical - a ponto de criar uma página destinada a ela(SIM!). Antes disso, mesmo convivendo vários anos em fandoms de Kpop, considerava até estranho pessoas que cultuavam  membros específicos de bandas. Apenas um estúpido preconceito, do qual felizmente estou liberto, mesmo que tardiamente, aos 19 anos.

Como é bom a sensação de ver alguém que você admira ser reconhecido, mesmo sendo uma celebridade que mora em outro continente e fala outro idioma. Tenho certeza que você, leitor, caso não tenha passado por situação semelhante, deve estar me julgando: "19 anos, fazendo faculdade, falando de uma cantora de Kpop como se fosse alguém íntima. Perda de tempo". Acredite, alguma hora vais estar na mesma frágil posição que eu, e se arrependerá deste pensamento.

Todas as integrantes do AOA possuem suas qualidades. Mas ao meu ver, o principal fator que chamou minha atenção para Park Cho A, foi sua indescritível voz, que consegue se adequar aos mais variados estilos do exigente e versátil Kpop, aliados a um carisma contagiante e um meigo sorriso apaixonante.

Hoje, 17/12 - pelo horário KST da Coreia do Sul -, foi lançado o seu 1º single solo. Já possuía uma música praticamente sua, mas agora a assinatura é exclusivamente no nome de Cho A. Não vou me alongar para não acabar escrevendo uma desajeitada declaração, mas a canção vale para qualquer fã de música em si, sendo ou não familiarizado com o estilo do Kpop. Afinal, boas melodias são transcendentais.
choa aoa

Me sinto um tolo, mas um tolo mais feliz!